3.9.06

A poética do domingo

Dia morno. Dia chato. Dia de família.

Preciso de um auto-controle maior do que o normal para suportar os meus domingos. A perspectiva de uma nova semana me parece bem atraente, mas o último dia antes do começo de tudo é pesado. É o dia da ressaca, das idéias sem sentido, da falta do que fazer.

Há muito não sei o que é um bom domingo. Aliás, há muito não sei realmente o que é bom.

Não, não é uma boa fase. Mas fase sempre passa.

Coldplay - The Scientist

Nobody said it was easy
It's such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be this hard
Oh take me back to the start

3 Comments:

Blogger Tomiate said...

Um tanto parecido com a tristeza conformista do Morrissey (o viadão talentoso dos Smiths).

Mas, relaxa, que eu também acho que os domingos são melancólicos e cinzentos.

3/9/06 22:57  
Blogger Allan Brito said...

Bravo! Bravíssimo!!! Excelente comentário, mt apoiado!!! Domingo d m****!!!! Realmente!!!
Salve salve Bruno!!!! Então, vo aparecer com mais frequencia aki no seu blog... outro dia eu entrei e dei uma lida nos outros posts, mas só agora tomei vergonha na cara e comentei... Qlqr dia apareço com um tb!!! qm sb...
Flw!!! Abraços!!!

5/9/06 09:49  
Blogger Sheyla said...

Bruno!

Nem sabia que vc tinha um blog!

E já gostei de cara, porque essa música do Coldplay é minha companheira mais fiel de fossas!

Beijo!

6/9/06 00:15  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home