22.8.07

Cartas para alguém - parte I

"São Paulo, 22 de agosto de 2007 - 2h15

O que eu posso dizer sobre o amor?

É a mais nobre reunião de clichês já convencionada pelo ser humano. É a fusão de idéias como "eu poderia viver sem você, mas simplesmente não quero", "você me completa" ou "é a sua presença que me faz ser uma pessoa melhor".

Portanto, o que leva alguém a tomar como verdadeiros pensamentos tão simplórios?

O fato de que, apesar de qualquer dificuldade que possa ser encontrada num caminho trilhado a dois, a idéia de estar acompanhado traz conforto. Substitui o monólogo que você pretendia travar consigo mesmo pelo resto da vida por um diálogo constante, composto pelas conversas que você sempre quis ter. Isso ilumina as trevas que o sentimento de estar sozinho provoca - e, se me perguntarem, eu vou afirmar que esta é a tal luz que nunca se apaga. E ela se acende quando você quer, não vai haver um motivo - no máximo, uma sucessão deles.

E é justamente por querer que eu vou me ajoelhar ou falar estas palavras ao pé do seu ouvido - por mais que seja um gesto meramente simbólico. Porque, em algum ponto, algo me fez dizer isto pra você e não querer cobrar nada por isso, apenas sua presença de corpo, alma e coração por todo o tempo que for possível.

Porque, no âmbito das possibilidades, você vai querer as mesmas coisas que eu. Os mesmos clichês. E não nos restará mais nada a não ser caminharmos no mesmo compasso, ainda que seja só até o próximo amanhecer."


É, é bom voltar às coisas de sempre.

3 Comments:

Anonymous Mamá said...

Muito bom seu texto Bru!! Concordo com tudo q vc disse.
Uma sucessão de clichês que, quando juntos, se fazem necessários. Por imposição social ou escolha, quem não gosta de ouvir promessas de amor?
Às vezes para nos sentirmos amados precisamos da óbvia demonstração.
Meu blog tbm tem falado disso...hehehe

Beijos!

23/8/07 18:22  
Blogger Felipe Held said...

Bacana que tenha sido só a parte 1. Pelo que devo entender, deve vr mais por aí.

E também é bom ter voltado a escrever, moreninho.

25/8/07 12:39  
Anonymous Anne said...

Brúúú.. saudades de vc moço!!!
gostei do textinho também e mais uma vez concordo com suas palavras.
ai ai ai.. ( suspiros ) rs
Beijossssssss

28/8/07 11:50  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home