29.8.07

Cartas para ninguém - parte I

"São Paulo, 29 de agosto de 2007 - 1h38

Por que lutamos incessantemente, sem saber a hora de parar?

Porque não sabemos aceitar derrotas - em nenhuma instância. Perder é reconhecer o fato de que, em algum ponto de um longo caminho, cometemos um erro grave o suficiente para nos afastar daquilo que considerávamos vitória.

Perder é assumir como verdade um fracasso, seja ele grande ou pequeno. É encarar a realidade de que faltou competência, vontade ou até mesmo sorte. E a culpa sobre tudo sempre será inteiramente de quem perde. Está é a condição que a consciência humana nos impõe e nada pode mudar isso.

E por que seguimos em frente?

Porque é necessário. Se lutamos com paixão, a única que conhecemos é a luta. Não são derrotas que irão nos afastar disso, por mais numerosas e/ou dolorosas que sejam. O medo de perder só se torna maior que o desejo de ganhar quando não se vê o brilho das próprias vitórias - e aceitar isso é a maior derrota de toda uma vida.

Se vale a pena, jamais largaremos o campo de batalha. Porque as conquistas são nossas honras e as memórias das lutas - boas ou ruins - nos fazem crescer. E, desde os sonhos mais pueris, quem é que não quer ser grande e vitorioso?"

3 Comments:

Anonymous Tomiate said...

"E eu que já não quero maaaais
ser um vencedoooooor
levo a vida devagaaaar
pra não faltar amoooooor"

29/8/07 14:46  
Blogger isa_probst said...

Sei não hein...acho que persistimos pq sem sonhos não há vida...e parte de nós é simpesmente orgulho...

22/9/07 22:22  
Blogger Vinícius Peixoto said...

Concordo. E discordo também.
Uma vitória, geralmente, carrega consigo uma série de outras vitórias e derrotas. E a derrota principal também pode estar repleta de pequenas vitórias.
O problema é que, nós brasileiros, estamos acostumados a vislumbrar as vitória alheia e nos acostumamos a ouvir a história sempre contada por quem vence, ou por quem ganha, ou por quem é mais forte.
Mas está no cerne do nosso ser uma coisa bem simples, que involuntariamente aprendemos com os derrotados, ou quem perdeu ou quem é mais fraco: a perseverança.
Ganhar ou perder, ganhar e perder faz parte da vida de todos. O que vale mesmo é a importancia que damos a cada uma dessas situações.
Mas vamos sempre perseverar.

8/10/07 14:48  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home